Mensagens de declaração de amor

Amor

O amor está sempre nos dando boas novas. Quando estamos amando, uma das coisa que mais fazemos é mostrar ao nosso amante o que sentimos. Seja por música ou por palavras, damos sempre um jeito de fazer com que saibam que os amamos.

Neste artigo vamos apresentar não somente um, mas quatro mensagens de amor. Todas elas vindas de grandes autores, com grandes palavras dedicadas aos seus maiores amores, mostrando seus maiores desejos.

Já não me importo de Fernando Pessoa

“Já não me importo
Até com o que amo ou creio amar.
Sou um navio que chegou a um porto
E cujo movimento é ali estar.

Nada me resta
Do que quis ou achei.
Cheguei da festa
Como fui para lá ou ainda irei

Indiferente
A quem sou ou suponho que mal sou,

Fito a gente
Que me rodeia e sempre rodeou,

Com um olhar
Que, sem o poder ver,
Sei que é sem ar
De olhar a valer.

E só me não cansa
O que a brisa me traz
De súbita mudança
No que nada me faz.”

 

Oscar Wilde e seu amor excedente

“Feliz sou porque amo e sou amado
Sem ter que alterar nem ser alterado.

Sou o que sou, e quem me apontar
Os excessos medirá os que são seus;
A prumo talvez eu esteja, e eles vergados;
Os seus pensamentos não denunciam os meus atos.”

 

Cazuza declarando em suas músicas

“Às vezes te odeio por quase um segundo
depois te amo mais
teus pelos, teu gosto, teu rosto, tudo
tudo que não me deixa em paz.”

 

E de Carlos Drummond de Andrade

“Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.”